sonhos rosachok com brilhantes

magia, sonhos, fantasia, romance, e amor... muito amor

28 março, 2006

A amizade e a estrelinha

Tudo está bem quando "continua" bem... cor-de-rosa.
Nas amizades verdadeiras é assim, nada que um sorriso não faça esquecer, que um abraço não abafe ou que um olhar não perdoe :)
Fiquei mais feliz, não só porque tudo está bem, mas também porque percebi que a amizade tem tanto valor para ti como tem para mim... e tem MUITO!!!
Espero que nunca esqueças o quanto és especial para mim, e se nem sempre o digo, não é porque não sinto, é porque sinto que o sentes tanto quanto eu :)
Espero que nunca esqueças o quanto a tua opinião é importante para mim, e se nem sempre o digo, não é porque não considero, é porque considero que o consideras tanto quanto eu :)
Espero que nunca esqueças o quanto a tua confiança é importante para mim, e se nem sempre o digo, não é porque não confio, é porque confio que confias tanto quanto eu :)
Poderia escrever aqui o maior post deste blog... pois teria o que dizer em homenagem a ti estelinha, em homenagem à nossa amizade, uma amizade tão especial, que nasceu como uma flor do campo, sem ser plantada, sem ser convidada, nasceu inspirada pelos brilhos mágicos da primavera, na primavera, nasceu para encantar as nossas vidas, a minha vida. Só posso acrescentar que se não pudesse ser eu mesma... escolheria ser... TU!

7 Comments:

At 12:08 da manhã, Anonymous estrelinha said...

****************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************Caíram pós mágicos da tua varinha! As fadas existem e tu... és a minha!

 
At 4:30 da tarde, Blogger rosachok said...

Estelinha,
Para que não esqueças... és muito especial :))))
*******************
As Kitty's eramos nós :)!!!
Beijinhos cor-de-rosinha

 
At 10:32 da manhã, Blogger docinho said...

A bondade do coração vem dos sentimentos que procuramos toda a vida... a amizade é um deles!
A vida teima em afastar de nós a bondade, mas acredito que esse afastamento desaparece quando percebemos que perante nós pode estar alguém que se tornará especial nessa nossa vida...
Acredito na segunda e na terceira oportunidade desde que o meu coração sinta essa força de continuar a lutar...
Acho que a ponte parece ter agora dois caminhos com um sentido apenas... um dia ainda vai dar para contar esta história com um sorriso nos lábios : )

Um doce beijo cor-de-rosa também...

 
At 11:01 da manhã, Blogger rosachok said...

Ana,

Também acredito em buscar sempre a bondade que há dentro de nós, acredito também que cada pensamento cor-de-rosa coloca uma carta no castelo. Um castelo de cartas é sempre frágil, mas compete a nós lutar para que ele se mantenha inabalável e se transforme num castelo encantado ****
Obrigada pela visita!

Bjs rosachok com brilhantes

 
At 11:01 da manhã, Blogger rosachok said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 
At 11:14 da manhã, Blogger docinho said...

Quem disse que são cartas : )? podem ser de pedra e cal basta querer, acreditar e nunca fazer julgamentos de palavras ditas com a intenção errada...
Acredito no fim de momentos cinzentos em prol de momentos agora cor-de-rosa... um rosa que também me tornou uma mulher diferente... melhor... com sentimentos mais nobres, mais verdadeiros...

É o poder do amor por um homem e uma filha!

beijo cor-de-rosa

PS podes sempre ir visitar-me também : )

 
At 11:46 da manhã, Blogger rosachok said...

Acredito na força da fragilidade... nos castelos de cartas encantados... faz com que renovemos a cada minuto a atenção dada às pequenas coisas importantes, cobrindo-as de cuidados e mimos, protegendo o que nos faz feliz. Acredito que a aparência de robustez transmite uma falsa ideia de eterna segurança provocando o descuido e a crença em algo inabalável... Nem todos os castelos são tão frágeis como os de cartas... mas os de pedra também caiem...
Fico feliz por saber que, também tu, tiraste da maternidade dois dos maiores ensinamentos... que ninguém se basta a si mesmo... e que desejamos que alguém pequeno, mas com um grande amor, se orgulhe muito de nós...
Obrigada por os partilhares!

Beijinhos adocicados

 

Enviar um comentário

<< Home